BNDES aprova 1º financiamento para fábrica de painéis solares

O BNDES aprovou um financiamento de R$26 milhões (US$9,6 milhões) para a construção de uma fábrica de panéis solares fotovoltaicos da startup solar Pure Energy no estado do Alagoas.

Esta é a primeira aprovação de financiamento desde o anúncio das regras de conteúdo local para a indústria solar no ano passado e após o leilão de energia solar que contratou 890MW em 31 projetos solares para estarem prontos em 2017.

Pure Energy, que é controlada pelo grupo alagoano Cerutti, vem anunciando a intenção de montar uma fábrica de painéis solares desde o ano passado.

A Pure Energy, é, no entanto, a segunda a confirmar planos concretos desde o leilão. A primeira foi a americana SunEdison que planeja investir US$30 milhões em uma fábrica de módulos e uma de seguidores solares (tracking systems).

A SunEdison ainda não tem financiamento do BNDES.

O financiamento para a fábrica da Pure Energy representa 75% do investimento estimado em R$34,7 milhões.

A Pure Energy fará parceira com a Adelco – que produz microinversores – e com a Solinova – empresa de projetos em energias renováveis de São Paulo.

A fábrica contará com o desenvolvimento de uma usina solar de 1MW para suprir eletricidade e para testar diferentes tecnologias.

A Recharge noticiou no ano passado que o projeto da Pure Energy visava uma capacidade de produção de 40MW por ano em painéis.

Fonte: http://www.rechargenews.com/brasil/article1387941.ece